segunda-feira, 27 de maio de 2013

Grupo Escoteiro Tapajós no Viva a Mata 2013





O Grupo Escoteiro Tapajós participou neste domingo da 9ª Edição do Viva a Mata-Encontro Nacional pela Mata Atlânticacom o tema Direitos e Deveres Ambientais, evento que todos os anos é realizado no Parque do Ibirapuera aberto a população que se importa com o nosso maior bem, a Mata Atlântica.
O Viva Mata de 2013 deste ano foi realizado entre os dias 24 a 26.05, na Marquise do Parque Ibirapuera que passou por uma grande reforma, fato que proporcionou uma melhor logística as entidades presentes no evento.
Em todos os stands que os integrantes do Grupo Escoteiro Tapajós passavam para descobrir mais uma curiosidade de nossa Mata Atlântica, os jovens eram sempre lembrados que esse importante bioma cona com apenas 7% de sua cobertura natural, que abrange as encostas da faixa litorânea brasileira. Ongs ligadas a conscientização da reciclagem dos resíduos sólidos também marcaram presença nessa edição do Viva a Mata, como o Pimp My Carroça, entidade que proporciona auto estima as Carroceiros, profissionais que recolhem materiais recicláveis, que tem suas carroças pintadas e grafitadas e em alguns casos são preenchidas com frases que chamam a atenção da população para a reciclagem, e nos encontro realizados por essa Ong os Carroceiros passam por avaliações de saúde e tem seus cabelos cortados, essa grande iniciativa pode ser consultada em pequenos documentários disponíveis no Youtube.
Além das apresentações e palestras os visitantes também participavam de jogos que de forma lúdica aproximava os presentes da temática abordada pela entidade.
Neste domingo último dia do evento de tempo em tempo era possível prestigiar pronunciamentos líder der mobilização da Sos Mata Atlântica Mario Mantovani, que na sua juventude foi escoteiro e desde então nunca deixou de demonstrar sua paixão pela natureza.

terça-feira, 30 de abril de 2013

Simplesmente escotismo!




Neste último fim de semana de abril o Grupo Escoteiro Tapajós desenvolveu assiduamente o escotismo.
No sábado 27.04 os lobinhos participaram do Integra Lobos, junto aos demais Grupos escoteiros do Distrito, que aconteceu na Usina Piratininga com a temática “Mônica... Em um dia na alcateia”. Onde as oito bases desenvolviam jogos lúdicos as características de cada personagem criado por Mauricio de Sousa.
Na base do Franjinha era possível desenvolver experimentos científicos, na do Chico Bento os lobinhos pegavam as goiabas do Seu Nholau, as demais bases seguiram a mesma didática.
O integra Lobos se estendeu durante todo o sábado provando mais uma vez que o 17º Distrito se empenhou e conseguiu cativar os lobinhos com as atividades propostas. Uma chefe a fim do evento disse que uma lobinha chegou nela que estava caracterizada de Mônica e disse: ”Estou muito emocionada de poder conhecer você Mônica”.
O domingo foi o dia da Tropa Impisa do Tapajós participar da exposição Pétala por Pétala do Sesc Interlagos, que abordou diversas formas de como aproveitar os resíduos que antes eram descartados, como no minhocário, que o expositor ensinou os escoteiros a criar compostagem com resto de lixo orgânico que pode ser produzido no quintal de casa. Teve o um stand que atraiu muito a atenção dos escoteiros, que expunha um quadro de bicicleta todo produzido através da reutilização de plástico triturado e moldado.
Durante o evento deste domingo o escoteiros da Tropa Impisa tiveram a oportunidade de presenciar uma palestra sobre Grafite, onde foi explicado a origem que muitas pessoas acham que surgiu nos Estados Unidos, mas segundos os palestrantes o Grafite está ligado a arte rupestre que era desenvolvida desde os tempos das cavernas, onde as pessoas desenhavam nas paredes para guardar os acontecimentos da época.
Após essa aula de Grafite os escoteiros puderam transpor os desenhos criados pela patrulha Leão e Naja para uma tapume, com o auxilio dos palestrantes. 

terça-feira, 23 de abril de 2013

Missa escoteira, cheia de emoção



Neste sábado 20.04.2013 o Grupo Escoteiro Tapajós se uniu aos demais Grupos Escoteiros presentes no Santuário Maria Mãe de Deus, mais conhecido com Santuário do Padre Marcelo, para a celebração da Missa Escoteira em homenagem ao dia do escoteiro que se comemora no dia 23 de abril dia do padroeiro do escotismo São Jorge.
Durante a celebração os escoteiros uniram sua energia e somados aos demais fiéis cantaram as canções durante a celebração.

Ao fim da missa o Padre Marcelo puxou a Canção da promessa e juntamente com todos os escoteiros presentes em uma só voz emocionou todos que estavam no santuário Maria Mãe de Deus. Após o anúncio de todas as caravanas presentes os escoteiros presentes se uniram dentro do Santuário e entonaram a Canção da Despedida, formando uma grande corrente escoteira.

Matéria da escoteira Clara Lima, da patrulha Leão

segunda-feira, 11 de março de 2013

45 anos dedicados aos jovens!


Em comemoração ao seu 45º aniversário, o Grupo Escoteiro Tapajós realizou o acampamento de grupo em ritmo de festa, desde a primeira a última atividade as seções do Grupo Escoteiro realizavam as atividades juntos em equipes.
Durantes as comemorações deste aniversário, a chefia subdividida em bases preparavam jogos atraentes e divertidos para que todos os jovens interagissem  de forma de o  mais experiente ao mais jovem pudessem colaborar efetivamente para a conclusão da tarefa.
As atividades só deixavam de acontecer nos períodos que a chuva regava o Sítio Paraíso, mas assim que passava toda a magia voltava a acontecer.
No sábado pela manhã o Grupo escoteiro partiu em uma pequena incursão dentro da mata a fim de mostrar aos jovens membros uma árvore petrificada que há muito tempo existe no local que acampamos, deixando a maioria dos jovens de boca aberta, por ser a primeira vez que puderam presenciar o fato.
Em determinado momento um escoteiro chegou na chefe da Tropa Escoteira e disse: ” Chefe eu adoro ser escoteiro, por que aqui eu  aprendo e me divirto, diferente dos meus amigos que não são escoteiros”, declarou o escoteiro I.R.
Na cerimônia de encerramento todos que participaram deste 45º aniversário foram presenteados com um distintivo pirogravado em couro, que continha o símbolo do Grupo Escoteiro Tapajós e os anos completados.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Ponta de Flecha 2013



O 17º Distrito Escoteiro de Santo Amaro realizou neste domingo 24.02.2013 o Ponta de Flecha, atividade destinada aos monitores e sub monitores de cada patrulha do Ramo Escoteiro.
A atividade é voltada a preparar melhor estes representantes de patrulha a desenvolver melhor a liderança dentro do grupo de jovens por eles liderados. Para desenvolver essas potencialidades de cada jovem, cada Grupo Escoteiro participante foi responsável por desenvolver os temas propostos da atividade, como: Descobrindo os talentos de cada elemento, Nós e amarras, O trabalho em equipe, História do escotismo, O líder servidor, Padrões de acampamento, Leis e promessa escoteira e Corte de Honra.
O Ponta de Flecha, contou com a participação de 56 jovens que foram divididos em oito patrulhas, que seguiram juntos durante todo o dia, desenvolvendo com muita atenção as atividades oferecidas pelos chefes.
No almoço os jovens prepararam frango assado com arroz e legumes, mas nada feito no fogão ou fogareiro. O frango foi assado dentro de uma lata de óleo de 18 litros, o arroz cozido dentro de uma caixa de leite longa vida revestidas de papel alumínio e os legumes cozidos dentro de um envelope de papel alumínio. Mesmo com as dificuldades de preparo todas as patrulhas conseguiram preparar o almoço.
O Ponta de Flecha 2013, terminou por volta das 18h00 com a Canção da Despedida seguida dos gritos de tropas e de grupo que marcam todos os finais de grandes atividades.

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Ano novo de novos desafios


O ano de 2013 chegou a sua primeira quinzena, precisamente no segundo dia da terceira quinzena, mais precisamente no dia 17 de fevereiro o Grupo Escoteiro Tapajós retornará as atividades.
Neste ano o Grupo Escoteiro Tapajós comemora seu 45º aniversário, resultado de muito trabalho voltado para a juventude e comunidade.
Ao longo do ano de 2012 o Tapajós, marcou presença em nove de 12 atividades distritais, mostrando para todos os Grupos coirmãos que a qualidade não se mede pela quantidade." E em 2013 não será diferente,  iremos participar assiduamente de todas as atividades que forem disponibilizadas, seja no 17º Distrito ou pela escoteiros do Brasil", declara o chefe da Tropa Impisa Rene . 

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Acampamento marca o fechamento das atividades de 2012



Fechando o calendário de atividades de 2012, o Grupo Escoteiro Tapajós realizou acampamento geral nos dias 01,02.12, no sitio do Marcio na Cidade de Embu Guaçu, desenvolvendo atividades abordando o tema Brinquedos e Brincadeiras.
Neste acampamento em determinados momentos eram realizados encontros entre as seções para realização conjunta de jogos e confecções de brinquedos, que remetiam aos brinquedos de infância dos pais destes escoteiros, como piorra e peteca.
Um momento especial em todo acampamento é o Fogo de Conselho, onde ambas as seções preparam pequenas apresentações  e as apresentam para os presentes nesta celebração e os saúdam com gestos de bravo, para parabenizar a apresentação realizada. Nos intervalos de uma apresentação e outra o chefe responsável pela cerimonia conta histórias ligadas ao tema do acampamento e desenvolve algumas músicas, para alegrar a todos.
 No segundo dia de acampamento os lobinhos do realizaram o plantio de uma muda de laranja, com a intensão de agradecer a família do Marcio que nos ofereceu o espaço para a realização do acampamento e para cumprir umas das etapas de classe do Ramo Lobo.
“Este acampamento foi especial, pois marca a primeira atividade externa de alguns lobinhos e escoteiros, que mesmo com algum medo realizam as atividades propostas superando suas dificuldades”, declara Baloo, chefe da Alcateia do Tapajós.

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Grupo Escoteiro Tapajós realizou grande Bazar da Pechincha!



Com a chegada da época dos mega Bazares de grandes marcas, o Grupo Escoteiro Tapajós realizou neste domingo 25.11, seu primeiro Bazar da Pechincha, que funcionou durante o horário de atividade do G.E.
Neste bazar estava à venda brinquedos, roupas, sapatos, bolsas e acessórios de decoração, que eram comercializados a partir de R$0,50. Fez com as pessoas que chegaram logo na abertura do bazar voltassem com amigos e vizinhos para adquirirem mais produtos, que após as compras podiam saborear tortas e bolos.
“Este primeiro Bazar foi um grande sucesso, o que nos motiva a realizar outras edições nos anos seguintes”, Declara Erika Ferreira uma das organizadoras do Bazar da Pechincha do Grupo Escoteiro Tapajós.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Circuito de Jogos Escoteiros


Enquanto muitas pessoas participavam nestes sábado 22.09 das comemorações do dia da árvore, os escoteiros do 17° Distrito participavam do Circuito de Jogos Escoteiros no Sesc Interlagos.
O Circuito contou com a participação de 180 jovens dos oito Grupos Escoteiros presentes, que foram distribuídos em 20 patrulhas separadas por cores e ao longo do dia passaram pelas 10 bases espalhadas pelo Sesc.
Algumas bases resgataram a ideia de alguns programas de auditório, como o torta na cara, jogos de tabuleiro como Imagem e ação, pista de obstáculos, boliche humano, arco e flecha, estilingão, handebol de sabão...
No evento muitos jovens até então desconhecidos uns dos outros por serem de Grupos Escoteiros distintos, uniram suas potencialidades para a execução da atividade proposta na base visitada e na hora do almoço dividiram seus lanches uns com os outros, mostrando o espirito acolhedor do movimento escoteiro.
“Essa atividade é só a primeira de muitas que estão por vir e o sucesso dela devo a cada pessoa, criança que dedicaram seus esforços para a realização desta bela atividade”. Declara Karina Fernandes diretora do ramo escoteiro do 17° Distrito.



quinta-feira, 20 de setembro de 2012

No sábado a noite nada melhor do que uma pizza!


O Grupo Escoteiro Tapajós convida todos os amantes dessa iguaria muito consumida na cidade de São Paulo, devido ao grande número de estabelecimentos que oferecem essa delicia.  
A 16ª Festa da Pizza será realizada no dia 20.10.2012 a partir das 19h00, na sede do Grupo Escoteiro Tapajós que fica na Rua Coronel Luís Schmidt na EE Prof. Alberto Badra.
Convidem toda a família, amigos e conhecidos e corram para adquirir seus ingressos para essa festança, pois só poderão se fartar dessa iguaria quem adquirir o ingresso antecipadamente no Grupo Escoteiro Tapajós ou com um dos integrantes do Tapajós, pelo valor de R$15,00.

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Dia do Chefe 2012 foi um show!




Neste último sábado11.08 foi celebrada as comemorações do dia do Chefe 2012, na sede do Grupo Escoteiro Tapajós, com a participação dos Grupos Escoteiros Almirante Tamandaré, Ibiraguaçu, Santo Amaro e Tapajós, no Dia do Chefe Show, tendo a presença de um integrante do Grupo Escoteiro Nove de Julho.
As homenagens deste ano foi um show de calouros escoteiros onde cada Grupo, ensaiou uma canção escoteira e as executou em diferentes ritmos musicais. O Grupo Escoteiro Ibiraguaçu abriu as comemorações executando a canção em forma de Samba Enredo, com direito a fantasias de carnaval e uma passista fora de forma de maio cor de rosa, como destaque da apresentação. O Tapajós veio em seguida cantando em ritmo de Polka. O Almirante Tamandaré incorporou o Bob Marley e mandou um Reggae com direito a japonês hasta fare. Para fechar o show de calouros veio o Grupo Escoteiro Santo Amaro surpreendendo a galera presente com o ritmo do momento, Sertanejo Universitário.
Passadas as apresentações todos os espectadores foram presenteados com um belo banquete ao estilo escoteiro regado de muita conversa e gozação.

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Mudanças em breve!

O Movimento Escoteiro no Brasil vem passando constantemente por adaptações, para se adequar aos estatutos que regem a instituição. A mudança que será implementada em breve será a nova vestimenta escoteira, que substituirá o atual traje.
Essa futura mudança será realizada com base em pesquisas realizadas no Joti 2010, onde foram colhidas opiniões de um grupo aproximadamente 4.300 jovens desde lobinho a pioneiro. Após a pesquisa foi gerado um relatório de um consultor contratado pela UEB, onde foi levantado a dificuldade da UEB de passar uma imagem única e moderna para o público.
Segundo o Coordenador nacional de comunicação dos Escoteiros do Brasil Márcio Albuquerque, atualmente o projeto da nova vestimenta vem sendo desenvolvido por uma empresa, que está desenvolvendo uma roupa confortável tanto para meninos e meninas. “A mudança será realizada, mas não temos um prazo definido para a que a nova vestimenta seja de fato implementada, declara Márcio Albuquerque.

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Grupo Escoteiro Tapajós em reunião com representantes do PT


Na noite dessa quinta feira 19.07, a comissão de chefes do Grupo Escoteiro Tapajós, participou de uma reunião na sede da Associação Amigos do Parque Regina, juntamente com representantes das respectivas Ongs: Associação Amigos do Parque Regina, Aliança dos Bairros e Emergir. Tendo a presença de representantes do partido dos Trabalhadores-PT, Deputado Federal Zarattini e o Vereador Donato além do membro do Conseg Campo Limpo Gleibi.
Os políticos apresentaram aos presentes os projetos que ambos desenvolvem na região dos bairros ao entorno do Parque Regina, ressaltando as necessidades dos setores que ainda não puderam ser atendidos.
Posteriormente os lideres das Ongs, apresentaram a linha de trabalho que ambas desenvolvem nos bairros onde cada uma atua. Passadas as apresentações o Deputado Zarattini e o Vereador Donato, esclareceram algumas dúvidas sobre ambas as organizações e posteriormente ressaltaram que podem tentar apoio para que os objetivos sejam alcançados.

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Grupo Escoteiro Tapajós, no desfile de 09 de julho!




O Grupo Escoteiro Tapajós participou nessa segunda feira 09 de julho das comemorações da Revolução de 1932, que neste ano completa 80 anos, que aconteceu na Avenida Pedro Alvares Cabral em frente ao Obelisco, monumento símbolo da revolução.
O Grupo Escoteiro Tapajós se uniu aos demais grupos escoteiros presentes e juntos desfilaram com bandeiras e faixas, se unindo aos militares das forças policiais paulistas, que desfilaram com seus carros, cavalos e motos. Também participaram do desfile grupos escolares com suas bandas e associações.
Após o desfile de todas as repartições, todos os presentes puderam visitar o interior do Obelisco, onde se encontra os túmulos dos combatentes de 1932, entre eles o do escoteiro Aldo Chiorato, que aos 14 anos auxiliou os combatentes como mensageiro.
No mesmo dia o Governador Geraldo Alckimin, anunciou que o monumento será fechado para reformas

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Caio Vianna Martins


Caio Vianna Martins nasceu em Matosinho, Minas Gerais em 13 de julho de 1923. Estudou no colégio Afonso Arinos, de Belo Horizonte, onde entrou para o Escotismo, em 10 de setembro de 1937.
Na noite de 19 de dezembro de 1938, Caio Vianna Martins, aos 15 anos de idade, estava com seu destino traçado, semelhante aos grandes heróis da história. O Grupo Escoteiro Afonso Arinos organizou uma excursão a São Paulo.
A delegação era formada por 25 membros, que ocupavam um vagão no meio do trem noturno. Às 2h05 da madrugada do dia 19 de dezembro, entre as pequenas estações de Sítio e João Aires, aconteceu terrível desastre, quando se chocaram o trem noturno que descia, com o trem cargueiro que subia.
Muitos vagões descarrilaram, outros engavetaram e alguns se levantaram. O vagão da frente o ocupado pelos escoteiros saltou dos trilhos, atravessando para a direita, engavetando-se, partindo-se e tombando sobre o barranco, comprimido para a frente pela pressão dos carro restaurante e leito. Os escoteiros que resistiram ao impacto das composições reuniram-se em um ponto à direita da estrada, dentre eles Caio Vianna Marins, monitor da patrulha Lobo, que recebeu forte pancada na região lombar, sendo sentida a falta do Escoteiro Gerson Issa Satuf e do Lobinho Hélio Marcos. Na procura, ambos foram encontrados mortos.
Os escoteiros dedicaram-se a prestar os primeiros socorros a todos os feridos e fazendo uma grande fogueira para auxiliar as buscas e o trabalho de salvamento. Para isso, utilizaram todo material que tinham disponível, os colchões, cobertores e lençóis dos vagões-leito, confeccionando macas e abrigo para as pessoas mais feridas.
O socorro só chegou às 7 horas da manhã do dia 19.
A equipe de socorro transportou os passageiros feridos, inclusive alguns escoteiros, para um hospital em Barbacena. Caio Martins, em consequência do traumatismo, sofria de hemorragia interna. Retirado do vagão pelos companheiros e recolhido ao vagão leito, parecia dar sinais de estar melhor. Pouco depois quando seria levado para Barbacena e notando que um enfermeiro se aproximava com a maca, ele olhou ao redor e viu que havia outros feridos mais necessitados. Encarando o enfermeiro disse: "Não. "Há muitos feridos aí. Deixe-me que irei só. Um Escoteiro caminha com as próprias pernas".
Acompanhado dos amigos, seguiu andando, para a cidade. O esforço que fez, porém, foi muito grande. Ao chegar ao hotel deu alguns passos e caiu, expelindo muito sangue pela boca. Levado para a Santa Casa faleceu às duas horas do dia 20, na presença de seus pais.
Foi sepultado no cemitério de Bonfim, em Belo Horizonte, junto do Escoteiro Gerson e do Lobinho Hélio Marcos.
Pela sua coragem, Caio Vianna Martins foi reconhecido como um exemplo a ser seguido, sendo posteriormente homenageado de diversas formas:
Recebeu o título de “Escoteiro Símbolo do Brasil”;
O estádio de futebol de Niterói foi chamado Estádio Caio Martins em homenagem ao jovem escoteiro.
Em Juiz de Fora - MG, foi-lhe erguido um monumento no parque central da cidade (Parque Halfeld). A estátua foi doada pelo Grupo Escoteiro Caiuás com o apoio do Instituto Granbery.
Vários grupos escoteiros em todo o país receberam seu nome.
Caio Vianna Martins nasceu em Matosinho, Minas Gerais em 13 de julho de 1923. Estudou no colégio Afonso Arinos, de Belo Horizonte, onde entrou para o Escotismo, em 10 de setembro de 1937.

terça-feira, 3 de julho de 2012

Festa Junina 2012



Finalizando o mês de comemorações Juninas, o Grupo Escoteiro Tapajós não deixou essa comemoração passar despercebida. Realizou seu arraia nesse último sábado 30.06 em sua sede.
Durante a festança os presentes puderam se deliciar com os pratos trazidos pelos presentes sem que se pagasse nada. “O Tapajós realiza a Festa Junina para reunir as famílias, não para arrecadar fundos” declara o Diretor Presidente, Tadeu.
Como de costume houve a Famosa Quadrilha Improvisada, onde os presentes formam os pares e sem ensaiar nada dançam ao som do forró e dos comandos do líder da quadrilha.
Na festa o Grupo Escoteiro Tapajós recebeu a visita de integrantes do Grupo escoteiro Ibiraguaçu, que também entraram na dança.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Grupo Escoteiro Tapajós no Muteco 2012



Com sacos de lixo nas mãos protegidas por luvas, os integrantes do Grupo escoteiro Tapajós participaram neste sábado 16.06 da segunda edição do Mutirão Nacional Escoteiro de Ação Ecológica-Muteco 2012. Onde cada Grupo Escoteiro que participa dessa atividade, tem de adotar uma área próxima sua sede e realizar a manutenção do local.
O Grupo Escoteiro Tapajós, marcou sua participação no Muteco 2012, realizando a limpeza da Praça do largo do Arariba próxima ao Metrô Vila das Belezas. Na edição deste ano além da limpeza do local, foi montado um acampamento base, que contava com uma barraca, teto de cozinha, mesa com suporte de ferramentas embutido, uma balança de cordas que atraiu os olhares da criançada que passava pelo local além de uma exposição de fotos de atividades realizadas pelas seções do Grupo Escoteiro.
O acampamento atraiu a atenção das pessoas que passeavam pelo local, muitas se aproximaram dos escoteiros e esses eram informados do que se tratava a atividade em questão, após a explicação os visitantes eram informados onde fica a sede do Grupo escoteiro Tapajós.
“É muito bom difundir coisas boas que podem acolher os jovens, que em muitas vezes se perdem por companhias erradas, eu acredito que o escotismo oriente os jovens o caminho certo a seguir”, declara Seu João morador do entorno da praça.

terça-feira, 12 de junho de 2012

Revolução de 32



O mês de junho já esta chegando a sua metade e os escoteiros se preparam para o grande desfile de 09 de julho que todos é realizado no Obelisco Ibirapuera.
Para que todos saibam um pouco mais do motivo dessa comemoração segue um breve resumo da história da Revolução de 32.

O Obelisco Mausoléu aos Heróis de 32, também conhecido como Obelisco do Ibirapuera ou Obelisco de São Paulo, é um monumento funerário brasileiro localizado no Parque do Ibirapuera, São Paulo.
Símbolo da Revolução Constitucionalista de 1932, o obelisco é o maior monumento da cidade e tem 72 metros de altura. A construção do monumento foi iniciada em 1947 e e concluída em 1970. Tombado pelos conselhos estadual e municipal de preservação de patrimônio histórico, o mausoléu do Obelisco guarda os corpos dos estudantes Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo – mortos durante a Revolução de 1932 -, cujas iniciais formam a sigla MMDC, o grande símbolo da revolução, e de outros 713 ex-combatentes, inclusive do escoteiro Aldo Chiorato que ocupa um local de destaque por ter sido o único menino em combate.
ALDO CHIORATO, 9 anos de idade, escoteiro foi convidado pelo Comando do Exército Constitucionalista MMDC para a função de mensageiro secreto entre o Comando e as Unidades Militares sediadas em vários locais da cidade de Campinas. Aconteceu, porém, que numa de suas idas e vindas, foi mortalmente ferido por um avião da ditadura. Em plena agitação de uma guerra civil, o escoteiro ALDO CHIORATO foi sepultado no Cemitério da cidade, sem qualquer manifestação oficial.

Algumas décadas depois, o fato chegou ao conhecimento da Diretoria da Sociedade Veteranos de 32 – MMDC, que, através da Comissão de Sindicância, constatou que o menor ALDO CHIORATO, no dia em que foi morto, estava a serviço do Exército Constitucionalista MMDC, nas funções de mensageiro. Sendo reconhecido como herói da Revolução Constitucionalista de 1932.
Em 04/07/1966, exumados no Cemitério de Campinas, os despojos do menino ALDO CHIORATO foram levados em cortejo para a Câmara Municipal da cidade, que convocou sessão solene para a primeira homenagem ao menino herói de 32. A urna contendo os seus restos mortais permaneceu em vigília na Câmara Municipal até o dia seguinte, quando foi levada em cortejo por Diretores da Sociedade MMDC e ex-combatentes campineiros até o Mausoléu do Ibirapuera, em São Paulo, juntando-se a outros heróis que foram imortalizados no Panteon de 32, no mesmo dia. O pequeno grande herói escoteiro ALDO CHIORATO recebeu as honras militares e religiosas como ex-combatente de 32.

O Obelisco é um projeto do escultor ítalo-brasileiro Galileo Ugo Emendabili, que chegou ao Brasil em 1923, quando tinha 34 anos de idade, pois estava fugindo de um regime fascista em seu país. O obelisco, feito em puro mármore travertino, foi inaugurado em 9 de julho de 1955, um ano após a inauguração do Parque do Ibirapuera. A Revolução Constitucionalista, Revolução de 1932 e Guerra Paulista foram os nomes dados ao movimento armado ocorrido no Brasil entre julho e outubro de 1932.
O obelisco carrega uma simbologia muito rica: das sepulturas dos heróis, no subsolo do Monumento, até o topo são 81 metros, número cuja soma dos algarismos e a raiz quadrada resultam em 9. A altura do Obelisco é de 72 metros: novamente a soma é igual a 9. São nove os degraus na entrada e, internamente, existem três grupos de três arcos, formando 9 arcos, unidos “na tríplice perfeição”. A base maior do trapézio, no chão, para quem olha o monumento de frente, tem 9 metros, a base menor, em cima, tem sete metros, e a largura da cripta, embaixo, tem 32 metros, ou seja, a data da revolução: 09/07/1932.
A simbologia também está presente no desenho do gramado ao redor do Monumento, que possui área de 1.932 metros quadrados e forma um coração onde está enfincada a espada (símbolo do Obelisco) que sagrou a vitória política, apesar da derrota militar dos paulistas. Afinal, ao ver seu governo em risco, o presidente Getúlio Vargas dá início ao processo de reconstitucionalização do país, levando à promulgação em 1934 de uma nova Constituição.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Tropa Impisa no Viva a Mata 2012




A tropa Impisa do Grupo Escoteiro Tapajós participou neste sábado 19.05, da 8ª edição do Viva a Mata evento organizado pela Sos Mata Atlântica abordando a temática “O nosso verde também depende do azul”, que foi realizado entre os dias 18 ao 20.05 no Parque do Ibirapuera ao lado do Museu Afro Brasileiro.
A edição deste ano contou com 75 expositores que se dividiram pelos 18 estandes do Viva a Mata 2012, abordando um total de 13 temas- costa atlântica, centro de experimentos florestais, produtos sustentáveis, área protegidas, ações regionais, educação ambiental, fauna e flora, reciclagem, lagamar, túnel dos sentidos, oficina de plantio e empresas parceiras da Sos Mata Atlântica.
Dentre os expositores estavam o Projeto Tamar que mostrou aos visitantes as cinco espécies de tartarugas marinhas que habitam a costa brasileira, deixando claro que os principais vilões contra esses animais são as redes de pesca que muitas vezes capturam as tartarugas e o lixo descartado de forma irregular.
Dentre as grandes empresas a Schincariol utilizou de um túnel onde foi apresentado qual era a dimensão das florestas brasileiras e o pouco que nos resta e ao final da apresentação os presentes podiam participar da oficina brinquedos com PET. Já a Ipê utilizou de uma árvore onde era apresentado um vídeo sobre o quanto é consumido diariamente de água para realizarmos ações básicas como lavar um copo e ao final todos os participantes eram presenteados com duas mudas de Ipê.
A Sos Mata Atlântica com o apoio de voluntários realizou a oficina de mudas onde foi apresentado como é possível criar uma compostagem dentro de nossas casas utilizando apenas o resto de alimentos orgânicos que geralmente é descartado junto com o lixo seco. Posteriormente plantando uma muda de Ipê ou Quaresmeira numa embalagem reciclada de papelão que pode ser plantada diretamente na terra.
Em determinados momentos peças teatrais eram apresentadas e os presentes se tornavam personagens, dando uma dinâmica descontraída ao evento, que ao longo dos três dias teve uma grande movimentação de pessoas e Grupos Escoteiros.

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Grupo Escoteiro Tapajós, na cerimônia de posse do Conseg Campo Limpo



A diretoria do Grupo Escoteiro Tapajós esteve presente na solenidade de posse da nova diretoria do Conseg Campo Limpo-O Conselho Comunitário de Segurança, que aconteceu nessa segunda feira 14.05 na sede da AABB-Associação Atlética do Banco do Brasil.
Durante o evento as autoridades presentes parabenizaram a nova diretoria , que terá o desafio de manter a comunidade presente nas reuniões que ocorrem todas as 2ª segunda feira de cada mês, no auditório da Sub Prefeitura do campo Limpo sempre as 19h00.
“O Conseg, tem como principal missão atuar intensamente para desenvolver fortes vínculos de solidariedade e compreensão na comunidade em termos de segurança e meio ambiente” declara a nova diretoria do Conseg.
Após este pronunciamento a diretoria do Grupo escoteiro Tapajós acredita que em breve possa surgir uma parceria entre as duas instituições no desenvolvimento de ações voltadas ao meio ambiente.

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Dia das Mães 2012, um momento especial!




O movimento escoteiro é um movimento voltado para os jovens, onde os adultos voluntários desenvolvem atividades diversas desenvolvendo o caráter do jovem de 07 a 21 anos, utilizando o método escoteiro. Esses jovens são levados por seus pais ao Grupo escoteiro e em muitos casos não acompanham o que seu filho faz de fato no Grupo Escoteiro.
Pensando nisso que a chefia do Grupo Escoteiro Tapajós, desenvolveu uma atividade especial para o Dia das Mães, neste sábado 12.05, onde as mães, pais, filhos e convidados, puderam conhecer um pouco mais sobre as atividades que seus filhos desenvolvem no período que estão no Grupo escoteiro.
A celebração foi dividida em quatro temáticas, cada uma voltada para um ramo do escotismo. Começando pelo Ramo Lobo, passando pelo Ramo Escoteiro, Sênior e Pioneiro. Tendo baterias de jogos onde as equipes competiam umas com as outras, muitas vezes os pais demonstravam a mesma dedicação que seus filhos têm nos dias de atividades, sempre querendo vencer a equipe oposta.
Ao final da celebração todos os participantes uniram suas forças expressadas por velas acesas numa única fonte de energia e puderam acender o Fogo de Conselho, onde foram apresentadas esquetes sobre o Dia das Mães.
Durante o Fogo de Conselho o chefe Tadeu condecorou os chefes, Bagueera, Maria Helena, Erica, Juliana, Jair, Cris, Jorge e Rene, com medalhas de Bons serviços prestados ao escotismo, durante a entrega houve chefes que receberam amedalhas de grau, bronze, prata e ouro.
Após o término do Fogo de Conselho, o chefe Joamar deixou claro que, “Foi muito louco ver os pais competirem como seus filhos, não medindo esforço algum durante os jogos”.



sexta-feira, 11 de maio de 2012

Grupo Escoteiro Tapajós, participa de audiência no Palácio dos Bandeirantes


A diretoria do Grupo Escoteiro Tapajós, participou nessa quinta feira 10.05, de uma audiência no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo do Estado de São Paulo, com a representação do Fundo social do Estado de são Paulo, que é presidido pela Primeira Dama Dona Lu Alckmin, onde foi apresentado um projeto para a concessão de uma área próxima ao Metrô Vila das Belezas, para a construção da sede do Grupo Escoteiro.



A Comissão do Grupo, explicou a assessoria do como chegou à escolha do local, informando que á área escolhida é um local propício a invasão e frequentada por uruários de drogas. E quando o Grupo Escoteiro tomou o conhecimento diversas medidas estão sendo tomadas para a concessão do local. Durante a apresentação da proposta a secretária da Primeira Dama, Dona Lu Alckmin, foi esclarecido que além da sede do Grupo Escoteiro, existe o interesse de criar uma área de convivência, além de uma quadra poliesportiva.

Ao final da audiência iremos entregar e protocolar um ofício toda a documentação ao Fundo Social, que posteriormente será encaminhada ao órgão competente pela área que o grupo tem interesse e assim oficialmente saber se o local pode ser concedido ao Grupo Escoteiro Tapajós.

sábado, 5 de maio de 2012

Feijoada 2012


O Brasil se tornou famoso no mundo pela sua fartura gastronômica e uma comida herdada do tempo da escravatura, ainda faz muito sucesso nos dias de hoje, a feijoada que será servida pelo Grupo Escoteiro Tapajós no dia 03.06 partir das 12h00, em sua sede que fica na Rua Coronel Luiz Schmidt em frente ao número 170, na E.E. Profº Alberto Badra.
A feijoada do Tapajós se diferencia das demais por ser oferecida aos presentes, no sistema self service, onde o convidado põe no prato somente o que deseja comer, evitando o desperdício e satisfazendo o desejo de todos. Pois existem aqueles que gostam mais de um ingrediente ou de outro.
E o melhor de tudo os presentes poderão se fartar dessa iguaria histórica por apenas R$15,00, lembrando que os interessados pelo cardápio devem adquirir seu convite com antecedência na sede do Tapajós ou com um integrante do Grupo Escoteiro.

segunda-feira, 23 de abril de 2012

O que é um escoteiro?




O Escoteiro é uma espécie zoológica encontrada nas sete partes do mundo, pois até nas terras árticas e antárticas já foi verificada a sua incidência.

Os primeiros exemplares apareceram na Inglaterra, no início do século vinte.

Do nevoeiro das ilhas Britânicas imigraram para outras terras onde lhes pareceu existir maior espaço para se desenvolver.

Nessa mesma ocasião, alguns, de maior fôlego, vieram ter à América do Sul e sua proliferação foi tal que cobriu todo o continente.

O Escoteiro é constituído de três partes: cabeça, tórax e membros. A cabeça tem olhos multifacetados, que giram permanentemente em todas as direções, seja para descobrir um local para sede, um sítio para acampar ou uma boa ação para fazer.

O tórax, ainda estreito, contem o coração e os pulmões, estes, utilizados para avivar o fogo na hora de preparar suas refeições. Os membros inferiores são usados para transportar as restantes partes do corpo para excursões e acampamentos; os dois superiores, terminados por numerosos dedos, móveis e bem articulados, parecem providos de um sentido tátil todo especial e têm uma surpreendente resistência muscular, haja vista a quantidade de coisas que neles conseguem pendurar em determinados momentos. São estes membros que armam a barraca do Escoteiro, quando um repentino acesso de impetuosidade o impele a abandonar as cidades para ir acampar no seio de uma floresta ou nas imediações de um bosque. O Escoteiro comunica-se com as criaturas de sua espécie de várias maneiras, principalmente por sons semi-articulados, um tanto imitativos da linguagem humana e, também, sacudindo seus membros superiores de um modo vivaz.

Quando usam esse processo de comunicação, os mais variados objetos poderão ser vistos presos pelos seus dedos, desde varas de madeira, chapéus e, sabe Deus o que mais. As vezes segurando bandeirolas em competições barulhentas.

Em dias determinados, ele assombra florestas, planícies, campos, fazendas, mares e rios. Os exemplares mais velhos são vistos escalando montanhas e picos. A noite o leva quase sempre a lugares inabitados, pelos quais sente uma acentuada predileção, tal qual os seus alvoroçados amigos, os pássaros.

Durante o inverno vive prazerosamente nos desvãos das igrejas, porões, depósitos, enfim, em qualquer lugar e dão o nome de sede. O nome é muito variado: sede, base, gruta, taba, caverna e outros tais, mas o que absolutamente não varia, em nenhuma parte do mundo, é o tamanho do lugar: sempre uma brechinha.

Tão logo o verão dê as suas primeiras manifestações, procura pouso em outras paragens. Já foram vistos em todas as partes do globo, desde as mais profundas depressões até os mais elevados picos.

Quase ninguém sabe como ele consegue chegar a esses lugares, Mas ele sabe algo mais importante ainda, que é sair dali quando já está saturado. Podem ser encontrados em todos os elementos que compõe o nosso planeta: terra, mar e ar.

Atualmente já começaram a se adaptar em subterrâneos, nas profundidades dos mares e no espaço sideral e estarão em qualquer lugar onde descubram ou suponham existir maravilhas a serem vistas.

Você pode mudar-se para a onde queira: pode desterrar-se na mais inóspita floresta, encerrar-se numa clausura, mas a verdade é que, onde quer que você esteja, será difícil passar muito tempo sem ver pelo menos um exemplar dessa espécie.

O surpreendente nestas criaturas é que, ao mesmo tempo em que se adaptam fazem uso das mais recentes conquistas do progresso, conservam em si, vívidas e atuantes, características de todos os séculos, notadamente os hábitos e ideais dos Cavaleiros da Idade Média. São portadores de um impulso irresistível de ajudar todas as criaturas e é tão vitalmente necessário para eles como respirar ou comer.

Onde quer que sejam vistos, estão sempre em movimento, seja passando mercurocromo na asa ferida de um passarinho ou imobilizando uma fratura numa criatura algumas vezes maior do que ele.

Por sua própria natureza, são sempre alegres, mas onde quer que encontre dor e sofrimento, hei-los também, tentando amenizá-los.

Por todas as pessoas com um mínimo de compreensão, são considerados de grande utilidade e muitos necessários.

Atualmente eles constituem mais de dezessete milhões, atuando no mundo inteiro há mais de 100 anos e não existe, praticamente, criatura em nosso planeta que não tenha recebido ao menos uma vez na vida, o testemunho de sua necessidade, seja o sorriso irradiante ou a ajuda espontânea, sincera e desinteressada de um Escoteiro!



Sweden Scout - 1962

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Não para, não para, não para!






Neste fim de semana 30.03 e01.04, que o mês de março se despediu para a chegada de abril, o Grupo Escoteiro Tapajós não parou em momento algum.
No sábado sua Alcateia, participou do Integralobos, que neste ano teve o tema Olimpíadas nos tempos de BP. Onde cada Grupo Escoteiro do 17º Distrito tinha uma base onde os lobos podiam conhecer um pouco sobre a modalidade esportiva, com um breve histórico apresentado pelo chefe responsável e depois realizavam apratica da modalidade esportiva.
No domingo foi o dia da Tropa Escoteira Impisa, atravessar a cidade de São Paulo, para percorrer os 3,6Km da Trilha do Pai Zé, que fica no Parque Estadual do Jaraguá, mais conhecido como Pico do Jaraguá. Superando com um sentimento de vitória a subida em duas horas, sendo que pelo percurso foram realizados alguns jogos e como ninguém é de ferro houve aquela paradinha para o lanche.
Segundo o submonitor da Patrulha Leão Igor F, “a vista deste pico vale a caminhada, é muito da hora”.

segunda-feira, 12 de março de 2012

O Grupo Escoteiro Tapajós chegou aos seus 44 anos, com a potência de um Opala.

Na comemoração do seu 44º aniversário o Grupo Escoteiro Tapajós promoveu no último sábado dia 10.03, em sua sede um fogo de conselho com baixa emissão de fumaça, para celebrar a data, que contou com a presença de integrantes dos Grupos Escoteiros Almirante Tamandaré, Curumim, Nove de Julho, Piratininga, Raposo Tavares, Santo Amaro... Nos intervalos das apresentações das esquetes e músicas o chefe Tadeu contou aos presentes uma breve história do Grupo Escoteiro Tapajós, que na sua fundação em 10.03.1968, era chamado do Grupo Escoteiro Tiradentes, fruto da idéia do Chefe Abel de criar um grupo de jovens e soube que no bairro do Capão Redondo havia um Grupo Escoteiro com muitos jovens com falta de adultos para propor atividades. Foi então que o chefe Abel trouxe esses jovens para o então Grupo Escoteiro Tiradentes, que no ano seguinte teve que mudar de nome por que já existia um Grupo Escoteiro com o nome de Tiradentes. Após essa notificação os integrantes do então Tiradentes realizaram uma votação e elegeram o nome de Grupo escoteiro Tapajós. “O Grupo Escoteiro Tapajós completa seus 44º aniversário graças a forças de seus integrantes e familiares, que a todo o momento estão prontos para ajudar no que precisa, declara o chefe Tadeu”.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Um acampamento encerra o calendário de atividades de 2011 do Grupo Escoteiro Tapajós

O ano de 2011 do Grupo Escoteiro Tapajós, terminou no melhor estilo escoteiro, com um acampamento de grupo, que foi realizado entre os dias 03 e 04/12 no sítio Calendoscópio na cidade de Juquitiba. Os escoteiros ficaram acampados num pequeno morro e os lobinhos na mordomia da casa, mas nem essa pequena diferença de alocação diminuiu a alegria dos escoteiros, que cumpriram muito bem a lei, que diz “O escoteiro é feliz e sorri nas dificuldades” e disputaram os jogos propostos pelo chefe Rene, como se fosse o último jogo. Um dos momentos mais esperados de um acampamento, o Fogo de Conselho, onde o Grupo Escoteiro se reúne em torno de uma fogueira, apresentam pequenas peças teatrais chamadas de esquetes, executam músicas escoteiras e nos intervalos o chefe que comanda a cerimônia conta histórias. Mas neste fogo de conselho o Chefe Tadeu fez uma surpresa, realizou a promessa da Adriana Angélica.... que atua no setor administrativo do Grupo Escoteiro Tapajós. O domingo e último dia de acampamento fugiu o cotidiano, pois os familiares que chegaram durante a madrugada participaram da grande caça ao Biz, onde as duplas tinham que sair em busca do pequeno chocolate e trocar cada três por uma dica que no final do jogo formava uma palavra. Após muitos tombos e desentendimentos a equipe de número dois se consagrou campeã do jogo. Como fim de ano termina com festa, o Grupo Escoteiro Tapajós promoveu um churrasco com direito a piscina e muita garoa, que esteve presente nos dois dias de acampamento, mas nem este fenômeno natural espantou os lobinhos e escoteiros da piscina.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

O ano de atividades escoteiras terminará com festa!

O momento mais esperado por um jovem integrante de um Grupo escoteiro é poder participar de atividades externas, fora do local habitual de encontro. As atividades externas podem ser excursões, atividades civis, acampamentos... Após um ano de atividades diversificadas e atraentes, o Grupo Escoteiro Tapajós, finalizará suas atividades do ano de 2011 com um acampamento entre os dias 03 e 04 de dezembro no Sítio Kaleidoscópio, na cidade de Juquitiba. No sábado as atividades serão destinadas aos jovens divididos por seções, após o anoitecer os pais que desejarem pernoitar com todos os integrantes do Grupo Escoteiro Tapajós e presenciar o místico Fogo de Conselho poderão participar junto com todos os lobinhos, escoteiros... No domingo os jovens e os pais que estiverem acampados ou acantonados deverão acordar por volta das 07h00, para preparar e tomar o café da manhã, que deverá ser bem reforçado pois a manhã será repleta de jogos escoteiros e brincadeiras onde os pais participarão junto com seus filhos. Como toda comemoração acaba com um banquete, o Grupo Escoteiro Tapajós não pode deixar passar em branco, após diversos jogos os pais e filhos presentes serão presenteados por um belo churrasco e poderão desfrutar de toda a infra-estrutura do sítio.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Escoteiros prestigiam a inauguração do novo espaço do Clube Escola Campo Limpo

Neste sábado 22.10 os Grupos Escoteiros Almirante Tamandaré, Santo Amaro e Tapajós, participaram da cerimônia de inauguração do novo espaço do Clube Escola Campo Limpo, local que era utilizado por usuários de drogas, que deu espaço a uma quadra de futebol coberta, uma piscina e infra estrutura para a realização de diversas oficinas. Os escoteiros foram responsáveis pelo hasteamento das bandeiras Nacional, Paulista e Municipal, seguido de uma execução de música escoteira que chamou a atenção dos presentes pela alegria que foi executada,dando espaço para as demais apresentações culturais de tai-shi, ginástica rítmica, karatê, capoeira e a emocionante apresentação da banda Guarda Civil Metropolitana, que antecederam a chegada do prefeito Gilberto Kassab, do secretário de esportes Bebeto Haddad, do vereador Antônio Carlos Rodrigues e do sub secretário do Campo Trajano Conrado Carneiro Neto, que após seus pronunciamentos declararam a inauguração oficial do novo espaço. Durante as festividades diversas oficinas estavam sendo desenvolvidas, como teste de aferição a pressão arterial, orientações sobre saúde bucal, teste ergométrico, orientação sexual e distribuição de preservativos. Para a criançada o espaço da quadra coberta estava repleto de brinquedos que podiam ser utilizados pelas crianças, que conheceram brinquedos da época em que seus pais eram crianças, como o diabolo, vai e vem e peteca. O Grupo Escoteiro Tapajós contribuiu com a montagem de uma lixeira ecológica confeccionada de bambu, em forma de tripé que ficou alocada ao lado da tenda da Sabesp que distribuiu copos de água aos presentes. Durante o decorrer das comemorações os presentes foram presenteados pela bandaRephorma Geral,..., que tocou clássicos do samba rock, até que a dupla sertaneja João Sergio e Julino subiu ao palco e emocionou os apaixonados de plantão.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Festa da pizza 2011

Seguindo a tradição e por ser única no distrito, o Grupo Escoteiro Tapajós convida todos os irmãos escoteiros, para a Festa da Pizza 2011. Que será realizada no dia 22.10, a partir das 19h00, na sede do Grupo escoteiro Tapajós, que fica na Rua Coronel Luis Schimidt em frente ao número 170. As vendas dos convites já começaram e neste fim de semana, devido à realização do Curso Preliminar que acontecerá na sede do Tapajós, os interessados em presenciar este enorme evento gastronômico escoteiro, poderão adquirir seu ingresso tanto no sábado quanto no domingo. Como diz a lei escoteira, O escoteiro é amigo de todos e irmão dos demais escoteiros, O Grupo escoteiro Tapajós congelou o preço deste evento e cobrará o valor de dois anos atrás, apenas R$15,00, por pessoa, o consumo de bebidas não está incluso no preço do convite.

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Grupo escoteiro Tapajós se uni aos milhares de espectadores que lotaram as arquibancadas do Anhembi

No feriado da Independência do Brasil, sete de setembro, diversas manifestações de amor à pátria são realizadas pelo Brasil a fora. Na cidade de São Paulo as comemorações mais expressivas são realizadas atualmente no sambódromo do Anhembi, onde o Grupo Escoteiro Tapajós se uniu aos milhares de espectadores que prestigiaram os desfiles das diferentes corporações militares, escolares e associações. Os desfiles foram abertos após a execução do hino nacional seguido pelos ex combatentes da segunda guerra mundial, que desfilaram nos jipes do exército brasileiro, seguidos pelas diferentes repartições militares, bandas escolares, Grupos escoteiros, instituições filantrópicas e Moto clubes. A todo momento o público era surpreendido com os sobrevôos dos aviões e helicópteros que cortavam o céu, fato que tirava a atenção de quem estava vidrado no desfile da avenida, por que a todo instante as pessoas se surpreendiam com o que viam, desde vestimentas, carros, animais até a bandeira nacional que abriu o desfile, toda composta de flores.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Escotismo e skate, para o bem da sociedade

O Grupo Escoteiro Tapajós esteve presente neste domingo 07.08.2011, na reinauguração do Bowl (pista de skate) do bairro da Vila das Belezas, ao lado da Avenida Carlos Caldeira Filho à convite do vereador Antonio Carlos Rodrigues, responsável pela reforma. Os praticantes do skatismo puderam mostrar suas habilidades e executar manobras na nova pista e ainda concorrer ao diversos shapes que eram entregues aos donos das melhores manobras. O ex-integrante do Grupo Escoteiro Tapajós, conhecido como XP, foi um dos presenteados por ter executado uma bela manobra. Após as exibições dos skatistas foi a vez do bikers tomarem conta do terreno e mostraram aos presentes como irão aproveitar o espaço. Enquanto os amantes dos esportes radicais executavam suas manobras, os escoteiros realizaram alguns jogos, chamando atenção do M’c que a todo momento anunciava a presença do Grupo Escoteiro.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Dia do chefe 2011

No dia 6 de Agosto de 1920, na última noite do 1º Jamboree Mundial, em Olímpia, Inglaterra, Baden-Powell foi aclamado “Escoteiro Chefe Mundial”. Por este motivo esta data ficou registrada como o Dia do Chefe Escoteiro. Neste ano de 2011 o Grupo Escoteiro Santo Amaro, com prazer, convida a todos para participarem do evento em comemoração a esta importante data, em homenagem a aqueles que decidiram seguir os caminhos traçados por BP neste grande trabalho voluntário. Estamos organizando uma noite especial cheia de estrelas e celebridades. Será um jantar dançante, por este motivo prepare seu pé de valsa e ensaie com a sua parceira, ou seu parceiro. Data: 6 de Agosto de 2011 – sábado Horário: das 19 às 23 horas. Local: CETRASA – Centro de Tradições Santamarense/Museu de Santo Amaro. Rua Alceu Maynard de Araújo, 32 – Vila Cruzeiro. Taxa: R$ 15,00 (quinze reais) – jantar dançante, distintivo e presente – a ser paga via depósito bancário em nome de Patrícia Rivarola – Banco Itaú – agência 8792 – conta corrente: 03242-0 até o dia 29 de Julho – sexta-feira – para que possam ser providenciados os itens do evento. Confirmar via e-mail rivarola.patricia@uol.com.br ou celular: 9753-9764. Por favor apresentar o comprovante de depósito no dia do evento. Aos escotistas que trarão seus filhos, a taxa será de R$ 8,00 (reais). Crianças menores de 6 anos não pagam.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Grupo Escoteiro Tapajós, participa do desfile de nove de julho em grande estilo

Pelo segundo ano consecutivo o Grupo Escoteiro Tapajós, participou do desfile cívico de nove de Julho, em comemoração a Revolução de 1932, que foi comemorado neste ultimo sábado na Avenida Pedro Álvares Cabral em frente ao Obelisco, monumento criado como forma de homenagear os combatentes mortos na ocasião. O Grupo escoteiro desfilou com seus integrantes, juntamente com os cerca de 900 escoteiros. Seguido pelas forças militares do Estado, que desfilaram com todos os modelos de viaturas que utilizam para realizar os seus serviços, seguidos pelos carros históricos das companhias. Após desfilarem os escoteiros prestigiavam as demais corporações militares, escolas e associações que desfilaram exibindo suas bandas. Ao fim dos desfiles o mausoléu do Obelisco foi aberto à visitação, onde os presentes puderam prestigiar um pouco sobre os combates de 1932, visualizando os túmulos, escrituras da época e pinturas que juntas remontam a história. A todo o momento presentes entravam e saiam das instalações do Obelisco e trocavam conhecimentos adquiridos com os demais, os escoteiros matavam as saudades dos demais escoteiros que encontram somente em grandes atividades e um integrante do Grupo Escoteiro Tapajós, que há dois meses ingressou no GE, vindo de um grupo do estado do Piauí, ao realizar a troca de um lenço assim como os escoteiros fazem em grandes encontros, ganhou outro lenço e um arganel dourado de outra pessoa. O que será que este menino tem?

domingo, 5 de junho de 2011

Meio ambiente em primeiro lugar



Nos dias quatro e cinco de junho de 2011, os Escoteiros de todo o Brasil, participarão do 20º Mutirão Nacional Escoteiro de Ação Ecológica MUTECO, onde cada Grupo Escoteiro adotou uma área verde de sua cidade recolhendo os resíduos jogados no chão de forma irregular e destinando todo o material recolhido para um Eco Ponto.
O Grupo Escoteiro Tapajós, que faz parte do 17º Distrito Escoteiro adotou a praça do Parque Arariba, na zona sul de São Paulo. Onde realizaram a limpeza da praça com o auxilio de ganchos, feitos de cabos de vassoura com um prego na ponta, que facilitava o trabalho dos integrantes do Grupo escoteiro.
A atitude dos escoteiros atraiu olhares das pessoas que passavam pela praça, que elogiavam o trabalho que estava sendo feito.
Após a limpeza os esoteiros se dividiram em quatro equipes e realizaram o plantio de quatro mudas de árvores , dois pés de Manacá e dois de Ipê Roxo, sercando as mudas com grades para protege las das ações de vandalos.
‘’Fiquei impressionada com o grande número de sacos de lixo que enchemos em apenas duas horas, um total de 25 sacos de lixo que recolhemos da praça do Parque Arariba, que após essa ação continuará sendo conservada pelo Grupo Escoteiro Tapajós” relata Maria Helena De Meo, chefe da tropa Impisa.
Essa Ação Ecológica Escoteira, foi uma entre as inúmeras ações que estão sendo tomadas pelo Mundo a fora, para comemorar o Dia Mundial do Meio Ambiente que se comemora hoje 05.06.

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Grupo Escoteiro Tapajós, promove uma grande feijoada


Dia 12.06, é considerada uma data muito especial e romântica, por ser o dia dos namorados. Mas neste ano terá um novo motivo, o Grupo Escoteiro Tapajós vai realizar sua grande feijoada.
As pessoas que forem à feijoada vão poder se servir através do sistema self-service, implantado pelo GET, pois nem todas as pessoas que comem uma feijoada gostam de todos os ingredientes. E o melhor, esse belo almoço de domingo dia dos namorados vai sair por apenas R$15,00.
Quem tiver interesse em comparecer a grande feijoada do Grupo Escoteiro Tapajós, terá que correr, pois, os convites têm que ser adquiridos antecipadamente na sede do GET ou com um de nossos integrantes.
Lembrando, a sede do Grupo Escoteiro Tapajós fica na Rua Coronel Luiz Schmidt, Vila das Belezas na EE profº Alberto Badra, nossas atividades são realizadas aos domingos das 10h00 as 12h00.

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Dia 23 é dia...


No próximo sábado 23.04, os cristãos comemoram o Sábado de Aleluia, dia de São Jorge, que é padroeiro do movimento Escoteiro, que também é comemorado no dia 23.04.
Todos os anos os escoteiros do estado de São Paulo, reúnem se no Santuário do Terço Bizantino, na zona sul da capital, mais conhecido por igreja do Padre Marcelo Rossi, durante a cerimônia dedicado aos escoteiros, que ficam alocados em um local reservado especialmente para eles.
Como neste ano o dia do escoteiro vai cair no Sábado de Aleluia, não é permitida a celebração de missas, segundo costumes da igreja católica.
Mas quem pensa que essa data irá passar em branco, está muito enganado.
A missa escoteira será realizada no próximo dia 30.04 as 15h00, no Santuário do Terço Bizantino, que fica no bairro de Jurubatuba a cinco minutos da estação de trem, numa travessa da Avenida das Nações Unidas.

quinta-feira, 7 de abril de 2011

O caminho é esse!


Orientados por uma bussôla e uma planilha, os escoteiros do 17º Distrito, participaram neste sábado 02.04.2011 do 1º Enduro Escoteiro, que contou com a participação de 155 jovens de cinco Grupos escoteiros.
Antes do início da competição os jovens tiveram uma breve palestra, onde foram explicadas as regras da modalidade. As 10h00 foi dada a largada do 1º Enduro Escoteiro, onde cada patrulha largava de um local pré determinado pela equipe da EnduroaPé, empresa responsável pela realização da atividade juntamente com a equipe de chefes do distrito.
Assim que cada patrulha terminava o percurso, essas eram encaminhadas para uma oficina onde puderam confeccionar lindos chaveiros com sementes nativas brasileiras.
“O Enduro Escoteiro distrital contou com a presença de 27 equipes, alegria e descontração foram os pontos altas da atividade. Estamos felizes com o dia muito agradável que estes meninos e chefes proporcionaram a todos. O percurso de aproximadamente 4600 metros com 9 postos de controle foi muito técnico, os chefes foram fundamentais participando da organização e resgate”, relata a equipe da Enduroapé.
Ao final da competição e contagem dos pontos a patrulha Águia do Grupo Escoteiro Ibiraguaçu consagrou-se campeã, por ter concluído o percurso em 1h49minutos e somado 1412 pontos.

quinta-feira, 31 de março de 2011

Grupo escoteiro prestigia a exposição Água na Oca


Preocupados com o bem mais valioso do planeta Terra, a água, levou o Grupo Escoteiro Tapajós a prestigiar a exposição que está acontecendo na Oca do Parque do Ibirapuera batizada de Água na Oca, que vai até o dia 08 de maio.
Mesmo a longa fila até a entrada na exposição, onde encontraram membros do Grupo escoteiro Jabuti, não tirou a curiosidade dos escoteiros e lobinhos do Grupo Escoteiro Tapajós, que ao terem a noção do que os esperava ficaram pasmos com tanta coisa interessante havia no espaço.
Logo no piso inferior haviam diferentes obras produzidas tendo água como principal material e projeções que exaltavam esse bem natural de diferentes formas, como o painel que representava uma forte chuva e outro de luzes que representava o balanço das ondas.
No segundo piso os escoteiros e lobinhos puderam ver em diversos aquários espécies de peixes de diferentes bacias hidrográficas, além de experiências e um telão onde o visitante podia interagir com a projeção, tocando e arrastando os peixes para o anzol como se estivessem realizando uma pescaria no fundo do mar.
Para finalizar a exposição os visitantes são premiados com uma projeção que dá a impressão de que estão no fundo do mar, deitados em pequenos colchões d’água. Vendo as diferentes espécies que existem nas diferentes camadas do oceano, que ao modo que vai ficando mais fundo, diferentes tipos de peixes e crustáceos são encontrados, mostrando que existe vida no fundo do mar.

Primeiro Enduro escoteiro do 17º Distrito


Neste sábado 02.04.2011, será realizado o primeiro Enduro Escoteiro do 17º Distrito, em parceria com a empresa Enduro a Pé, no Sesc Interlagos.
A atividade está marcada para começar as 08h30, onde os escoteiros e seniores dos grupos que compões o 17º distrito, realizaram a atividade munidos de uma bussola, calculadora e prancheta. Para anotarem e se orientarem seguindo os critérios que pede a carta de navegação que será entregue a cada patrulha.
Cada participante terá de levar seu próprio lanche e em nenhum momento da competição poderão pedir auxilio aos chefes de grupo, estes terão de aplicar o conhecimento adquirido durante a preparação que cada grupo escoteiro realizou em seus Grupos.
A pontuação será dada pelo desempenho de cada patrulha que terá um determinado tempo para se deslocar de um ponto a outro, seguindo o seguinte critério, quem chegar adiantado ao posto marcado perderá dois pontos, quem chegar atrasado perde apenas um ponto, este regulamento faz com que os jovens sigam a risca o que manda a regra da competição.
A previsão de término da atividade é as 15h00.

sexta-feira, 11 de março de 2011

Quarenta e três anos de uma história de sucesso



O Grupo Escoteiro Tapajós realizou neste feriado de carnaval, um acampamento em comemoração aos seus 43 anos que se comemora neste dia 10 de março, ,no Sítio Salmo 23 no Embu.
Em meio às plantações de hortaliças hidropônicas, escoteiros e lobinhos puderam desfrutar do ambiente calmo e inspirador. Fato que contribuiu com a aplicação das atividades propostas aos dois ramos, que em determinados momentos realizavam jogos em conjunto.
Ao chegar à noite todos os escoteiros sem exceção ficaram deslumbrados com o silêncio do local, que era regido pelo som dos animais noturnos que habitam o local, como os sapos e os grilos que alternavam seus sons, como uma sinfonia.
Mesmo longe da folia da cidade de São Paulo, este acampamento teve um baile de carnaval, que contou com um concurso de mascaras, que teve seu resultado contestado pelos participantes devido às notas finais, na qual cada participante somou um total de 45 pontos, empatando a competição, onde todos saíram vencedores.
Como toda comemoração de aniversário há comilança, a escoteira não pode ser diferente. Com muita fartura e diversidade de verduras os escoteiros e lobinhos puderam se esbaldar, após o banho de piscina, que foi encarado sem nenhum problema pelos corajosos que venceram o clima frio do local.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Aventura na Cantareira


Na manhã fria de 14.11, os escoteiros da tropa Impisa do GE Tapajós, partiram para o Parque da Cantareira para realizarem a trilha da Pedra Grande. A aventura começou durante a viagem de duas horas entre ônibus e metrô que os levou até o destino previsto.
Durante o percurso de nove quilômetros e meio até a Pedra Grande os escoteiros puderam apreciar um bando de tucanos do bico verde e inúmeros sagüis que vigiavam a trilha da copa das árvores, sem falar das borboletas que cruzavam o caminho a todo o momento.
Quando a tropa atingiu a metade da trilha as reclamações de cansaço pareciam um coro por que todos reclamavam ao mesmo tempo, provocando uma parada quilômetros antes do topo.
Passando o tempo de descanso todos seguiram motivados para apreciar a vista da Pedra Grande, após uma hora e meia de caminhada os escoteiros atingiram o objetivo da aventura, onde puderam ter uma vista antes nunca vista por nenhum deles, alguns relataram que a vista ardia de tanta beleza que moldurava a cidade de São Paulo.
Assim que chegaram ao topo puderam conhecer todo o espaço que conta com um museu, que estava com uma exposição de gravuras de pássaros onde os escoteiros puderam tirar duvidas sobre aspectos de cada ave representada nas telas expostas.
Após um belo lanche todos se dirigiram à trilha do Lago das Carpas, onde foram presenteados por um belo lago e um playground onde realizaram alguns jogos até o momento de irem embora.
Antes da volta da aventura os escoteiros deram uma passada no Horto florestal para ver as capivaras que habitam o lago do parque, onde puderam vê-las de perto e presenciar um casal de filhotes que se escondiam dentro das capivaras adultas.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Visita descontraída



No dia que antecedeu o 2º turno das eleições presidenciais, o Grupo escoteiro Tapajós, com sua Alcatéia e sua Tropa Escoteira, visitaram a Associação Lar Casa do Caminho, do Jardim Varginha, onde passaram o dia realizando atividades e alegrando o dia das crianças.
Mesmo com a intensa chuva que se estendeu durante todo o dia, os escoteiros juntamente com as crianças do Lar do Caminho, puderam executar algumas canções que alegraram o dia de todos os presentes, em um galpão cedido por uma instituição vizinha ao orfanato.
O Lar do Caminho se diferencia dos demais orfanatos, pelo simples fato de as crianças que lá moram serem todas adotadas pelo Lucio que é o responsável pelo abrigo e custeada por doações da Universidade Estácio Uniradial.
O dia de visita do Grupo Escoteiro Tapajós terminou logo após o almoço, deixando as crianças residentes ansiosas pelo retorno dos escoteiros, que com muita criatividade e descontração alegrou ainda mais o dia das crianças.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Festa da pizza 2010


Neste sábado 23.10, a festa da pizza do Grupo Escoteiro Tapajós, reuniu cerca de 250 pessoas no pátio da EE.Alberto Badra, onde foi realizado um rodízio de pizza, que teve inicio as 19h00 e terminou por volta das 23h30..
Durante o decorrer da festa da pizza, muitos dos presentes elogiaram a qualidade das pizzas, dizendo que a cada ano as pizzas ficam mais saborosas, como o senhor Irineu.
Neste ano o evento teve um diferencial que foi uma bancada onde eram vendidos doces de diversas espécies que foram muito apreciados pelos presentes.
Para que esse evento fosse realizado todo o GE.Tapajós se dedicou desde a montagem do ambiente até a hora de servir as pizzas, que fazem da nossa festa a única dentre todas realizadas pelos demais grupos escoteiros do 17º Distrito.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Rally de lobos 2010: TV Lobo


Neste último dia 02.10, o ramo lobo do 17º Distrito escoteiro, participou do Rally de Lobinhos que contou com a presença de 160 lobos e seus chefes que ajudavam na aplicação dos jogos que eram aplicados nas diversas bases, que estavam espalhadas pela Usina Piratininga.
O Rally deste ano contou com o tema TV Lobo, que foi aplicado nas diferentes bases por onde as crianças de 07 à 10 anos, passavam. Cada base contava com uma programação diferente como, a Lobo Esporte, Lobo culinária, Dr Pet...
Nem mesmo a visita inusitada da chuva pode ofuscar o brilho dessa atividade, que não foi interrompida por que os diversos chefes do distrito, aconselharam seus lobos a levarem capa de chuva, pois a meteorologia prometia chuva para o dia.
Na base Lobo Esporte era contada a história dos esportes mais populares com bola como o futebol, basquete e handebol e posteriormente proporcionava a garotada a pratica dessas categorias. Na DR Pet, os lobos eram conscientizados sobre a importância de tratar bem os seus animais de estimação, pois estes fazem parte da família.
Ao final da atividade os lobos que puderam vivenciar durante todo o dia a programação da TV Lobo, demonstravam em seus sorrisos o sinal de gratidão a toda a equipe que trabalhou para que o Rally pudesse acontecer.

sábado, 14 de agosto de 2010

Saiu na Veja-Escotismo completa 100 anos no Brasil




Dezessete mil integrantes em todo o estado, entre crianças e adolescentes, dedicam-se a participar de atividades de sobrevivência,descontração e solidariedade


Ainda não são 8 da manhã e o estudante Nicolas Berne, de 12 anos, já está a postos para mais um dia de estudos. Ele cursa o 7º ano do ensino fundamental do Colégio Santa Clara, na Vila Madalena. No último sábado, 31, no entanto, trocou o uniforme da escola pelo de escoteiro e as aulas de matemática e geografia por lições de sobrevivência e brincadeiras. “Aqui aprendemos coisas que não são ensinadas no colégio, como fazer fogueiras e dar nós”, explica ele, com a experiência de quem participa do escotismo desde os 9 anos de idade.

Nicolas integra o Grupo Escoteiro Tiradentes, cuja sede funciona em uma pequena casa amarela dentro do Parque da Água Branca, na Barra Funda. O local serve de ponto de encontro para cerca de 100 paulistanos, a maioria deles com idade entre 7 e 21 anos. Cada faixa etária desenvolve atividades específicas, sempre comandadas por um adulto. A programação de sábado para a turma de 11 a 14 anos incluiu uma visita a um museu de ciências no município de Santo André. “Gosto do escotismo porque sempre conhecemos lugares diferentes e fazemos novos amigos”, explicou, ainda com cara de sono, o estudante Gabriel Azevedo, de 11 anos.

O surgimento da organização data de 1907, quando o general inglês Robert Stephenson Smyth Baden-Powell montou um acampamento com um punhado de meninos em uma ilha ao sul da Inglaterra. Seu objetivo era criar uma oportunidade para os jovens aprenderem a pescar, a explorar ambientes desconhecidos e a cuidar de si próprios. À noite, todos se reuniam para ouvir histórias e cantorias. No ano seguinte, Baden-Powell escreveu um livro em fascículos que até hoje serve de bíblia para os interessados: ‘Escotismo para Rapazes’.
Na cartilha, o general ensina técnicas de orientação no campo e prega hábitos civilizados como não cuspir no chão, estar sempre alerta para ajudar o próximo e não aceitar gorjetas após fazer uma boa ação. Em 1909, sem ser convidado, um grupo de garotas se infiltrou em uma reunião dos escoteiros no Palácio de Cristal, em Londres. A ousadia delas resultou na vertente feminina do movimento, o bandeirantismo, oficializado no mesmo ano.

Em meados da década de 70, porém, a segregação entre os sexos começou a ser abolida. Hoje, tanto meninas são aceitas na organização original como há milhares de garotos bandeirantes. A medida fazia parte de um esforço da direção dos escoteiros para retirar do movimento a pecha de antiquado. Até cinquenta anos atrás, por exemplo, alguns grupos latino-americanos interrompiam suas atividades para o britânico chá das 17 horas, enquanto africanos recebiam aulas de como enfrentar tempestades de neve.

Trazido por suboficiais do encouraçado ‘Minas Gerais’, o escotismo chegou ao Brasil em abril de 1910. Seu braço nacional, portanto, comemora neste ano um século de vida — a fundação do bandeirantismo por aqui ocorreu em 1919. No estado de São Paulo estão reunidos 17 000 dos 60 000 escoteiros do país e 1 800 das 10 000 bandeirantes. No mundo todo, as duas entidades somam 38 milhões de membros. “Ao contrário do que possa parecer, estamos crescendo a cada ano”, diz o diretor estadual de comunicação dos escoteiros, Fernando Neves.

De origem comum, o escotismo e o bandeirantismo promovem hoje atividades diferentes. O primeiro foca aventuras, como acampamentos e longas caminhadas. Já o segundo se concentra em brincadeiras mirabolantes, nas quais as crianças atuam como se fossem magos e fadas, além de campanhas beneficentes. “Uma de nossas missões é fazer boas ações sempre que possível”, conta a estudante Raíssa Kaspar, de 15 anos, que há duas semanas organizou gincanas em uma creche no Mandaqui, na Zona Norte. A matança de animais como galinhas e coelhos em acampamentos de sobrevivência é cada vez mais rara. “Essa prática está em desuso”, garante Neves. Qualquer pessoa pode engrossar as fileiras das organizações originadas por Baden-Powell.

É cobrada dos integrantes uma mensalidade de cerca de 20 reais — os escoteiros também precisam pagar uma taxa anual, de 56 reais. “Nossa meta é consolidar o caráter do maior número possível de jovens e crianças”, afirma Daniella Avino, diretora executiva do bandeirantismo paulista. O objetivo do adolescente Nicolas Berne dentro do escotismo é mais prosaico: “Quero poder continuar brincando mesmo quando for adulto”.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Descontos para os escoteiros



Todo ano os escoteiros têm de pagar uma taxa para a União dos Escoteiros do Brasil-UEB, que dá direito a um cartão e um distintivo diferente a cada ano, mas para que serve esse registro além de computar o número de escoteiros do Brasil dar um seguro de vida em caso de acidentes fatais durante a realização de atividades escoteiras.
No site WWW.escoteiros.org.br, onde é possível encontrar um link chamado convênios, existem duas escolas credenciadas, uma escola de cursos profissionalizantes e uma de idiomas, que oferece aos escoteiros descontos de 15 a 20% do valor da mensalidade do curso.

sábado, 10 de julho de 2010

Escoteiros participam do desfile que comemora a Revolução Constitucionalista de 32




Neste feriado de 09 de julho, cerca de 900 escoteiros participaram do desfile cívico, juntamente com as forças militares do Estado de São Paulo, polícias, militar, civil e metropolitana, e bombeiros. Que desfilaram com seus carros e as diversas repartições que as representam. O Grupo escoteiro Tapajós esteve presente desfilando com sua alcatéia e sua tropa de escoteiros.
O desfile ocorreu na Avenida Pedro Álvares Cabral, em frente ao monumento do Obelisco, reunindo cerca de 3.000 pessoas que prestigiaram o desfile que teve duração de uma hora, de muito brilho e olhares de surpresos por parte de quem assistia ao desfile.
O movimento escoteiro carregava faixas que mostraram a sociedade em pequenas frases os modos como o escotismo contribui com a sociedade de um modo geral e exaltando em uma das faixas o nome do Escoteiro Aldo Chiorato, que participou da revolução de 32.
Após os desfiles, os escoteiros puderam visitar o mausoléu, que fica embaixo do Obelisco, onde estão guardados os restos mortais dos combatentes da Revolução de 32.


Revolução de 32
A Revolução de 32 foi um movimento armado que teve duração de três meses e que tentou reunir forças de vários estados brasileiros para impedir a continuação do governo provisório de Getúlio Vargas, instaurado em 1930, exigindo eleições presidenciais, uma nova constituição e o retorno imediato do país ao estado de direito.

UM RESUMO DO QUE FOI A REVOLUÇÃO DE 32

- Em julho de 1932, explode em São Paulo uma revolta contra o presidente Getúlio Vargas.

- Tropas federais são enviadas para conter a rebelião. As forças paulistas lutam contra o exército durante três meses.

- O episódio fica conhecido como a Revolução Constitucionalista de 1932.
- Em 1930, uma revolução derrubava o governo dos grandes latifundiários de Minas Gerais e São Paulo.

- Getúlio Vargas assumia a presidência do Brasil em caráter provisório, mas com amplos poderes.

- Todas as instituições legislativas foram abolidas, desde o Congresso Nacional até as Câmaras Municipais.

- Os governadores dos Estados foram depostos. Para suas funções, Vargas nomeou interventores.

- A política centralizadora de Vargas desagrada as oligarquias estaduais, especialmente as de São Paulo.

- As elites políticas , do Estado economicamente mais importante, sentem-se prejudicadas e os liberais reivindicam a realização de eleições e o fim do governo provisório.

- O governo Vargas reconhece oficialmente os sindicatos dos operários, legaliza o Partido Comunista e apóia um aumento no salário dos trabalhadores. Estas medidas irritam ainda mais as elites paulistas.

- Em 1932, uma greve mobiliza 200 mil trabalhadores no Estado. Preocupados, empresários e latifundiários de São Paulo se unem contra Getúlio Vargas.

- No dia 23 de maio é realizado um comício reivindicando uma nova constituição para o Brasil. O comício termina em conflitos armados.

- Quatro estudantes morreram: Martins, Miragaia, Dráuzio e Camargo. As iniciais de seus nomes formam a sigla MMDC, que se transforma no grande símbolo da revolução.

- Em julho, explode a revolta. As tropas rebeldes se espalham pela cidade de São Paulo e ocupam as ruas. A imprensa paulista defende a causa dos revoltosos. Uma intensa campanha de mobilização é acionada.

- A população adere à rebelião. Um grande número de pessoas se alista para a luta.

- Quando se inicia o levante, uma multidão sai às ruas em seu apoio. Tropas paulistas são enviadas para os fronts em todo o Estado.Mas ad tropas federais são mais numerosas e bem equipadas. Aviões são usados para bombardear cidades do interior paulista.. 35 mil homens de São Paulo enfrentam um contingente de 100 mil soldados. Os revoltosos esperavam a adesão de outros estados, o que não aconteceu.

- Em outubro de 32, após três meses de luta, os paulistas se rendem. Prisões, cassações e deportações se seguem à capitação. Estatísticas oficiais apontam 830 mortos. Estima-se que centenas a mais de pessoas morreram sem constar dos registros oficiais

- A revolução Constitucionalista de 1932, foi o maior confronto militar no Brasil no século XX. Apesar da derrota paulista em sua luta por uma constituição, dois anos após o combate , em 1934, o objetivo dos paulistas foi alcançado, com a convocação de uma Assembléia Nacional Constituinte.

Em 1997, o então governador Mário Covas decretou que a data de 9 de julho seria feriado estadual em comemoração a Revolução de 32, baseado na Lei federal nr. 9.93/95, que autorizava cada Estado a adotar uma "data magna", ou seja, uma data importante para sua história.